Boletos e carnês

Fim do boleto sem registro: tudo que você precisa saber

Criado em 27 de nov. de 2019

(Atualizado em 7 de mar. de 2023)

Desde 2018, novas regras em relação a emissão de boletos passaram a valer no Brasil. O boleto sem registro deixou de existir completamente no fim daquele ano e todo o processo de implementação da Nova Plataforma da Cobrança, que colocou fim no boleto não registrado, foi concluído. Esse foi um projeto que teve como objetivo trazer mais transparência para o mercado de pagamento. O órgão responsável pela mudança foi a Febraban, a Federação Brasileira dos Bancos.

Agora, no documento de cobrança, é obrigatório conter o CPF ou CNPJ do pagador (sacado). Como principal vantagem, os boletos sem registro emitidos após a migração da nova plataforma só podem ser pagos no banco emissor, mesmo antes da data de vencimento.

A notícia sobre o fim do boleto sem registro fez surgir muitas dúvidas naqueles que já utilizavam essa modalidade de pagamento. Além disso, aqueles que desejam começar a cobrança por boleto ainda podem ter dúvidas sobre o assunto. 

Por isso, preparamos um artigo com as principais informações que você precisa saber sobre o assunto. Entenda aqui o que mudou, como funciona a emissão de boletos registrados e como a Efí pode te ajudar nessa tarefa. Continue a leitura!

Boleto sem registro

Boleto com registro vs. boleto sem registro

Como o próprio nome diz, a diferença entre os dois tipos de cobrança é que um deles deve ser registrado no sistema do banco e o outro não. 

Com isso, o banco tem todas as informações sobre a cobrança. Assim, para que você cancele ou faça qualquer alteração no boleto, como data de vencimento, é preciso enviar um arquivo de remessa ao banco com todas as informações da transação. Esse processo não acontece com o boleto sem registro.

Outra diferença é com relação às tarifas cobradas. Na modalidade sem registro, o banco geralmente cobra tarifa apenas quando o boleto é efetivamente pago por meio da rede bancária. Já para a cobrança com registro, o banco pode cobrar tarifas sobre as operações, alteração ou cancelamento do boleto. Ou seja, você pode pagar mais de uma tarifa para o mesmo boleto.

A vantagem do boleto com registro bancário é que, em caso de não pagamento, ele pode ser protestado em cartório. Apesar de não ser considerado um título de crédito, é possível protestar o título indicado no boleto, geralmente uma duplicata mercantil ou de serviço. Quando não está associado a um desses títulos, não é possível protestar o boleto.

Aprenda como calcular juros e multas de um boleto

Mesmo quando pode ser protestado, como o caso dos boletos emitidos pela Efí, o procedimento não é automático e deve ser solicitado por você. Ou seja, você tem uma segurança a mais para receber de seu cliente.

Como a Efí (antiga Gerencianet) se adaptou ao fim do boleto sem registro?

Os clientes da Efí não sentiram nenhuma diferença na forma como trabalham, uma vez que as carteiras de todas as emissões foram ajustadas e, automaticamente, passamos a emitir boletos registrados. Dessa forma, o fim do boleto registro não teve impacto para os clientes. 

Além disso, todo o processo de registro é feito de forma automática. Logo, o cliente não precisa enviar remessa ou aguardar a liberação da cobrança para realizar o registro.

Vale lembrar que os boletos não são protestados automaticamente, mesmo após a transferência para a carteira de registro. Para protestar o boleto, você deve procurar o cartório de títulos da sua cidade. Além disso, você vai continuar realizando o processo de emissão da mesma forma e pagando as mesmas tarifas.

Quais as vantagens em utilizar a Efí para emitir boletos registrados? 

O ecossistema de pagamentos da Efí apresenta uma interface simples e fácil de navegar. Dessa maneira, os clientes podem explorar ao máximo as suas possibilidades e vantagens.

Atendimento online

A Efí é uma Conta Digital e, por isso, todas as suas operações são virtuais. Dessa forma, você pode interagir conosco por diversos canais de atendimento, sem precisar sair de casa.

Contar com essa tecnologia traz mobilidade e maior agilidade para os processos. Além disso, nosso time de atendimento está disponível de segunda a segunda, das 07h às 22h, inclusive nos feriados nacionais, proporcionando um contato humano e facilitado com a Efí.

Como uma Instituição de Pagamento pode turbinar as vendas do seu negócio?

Emissão de relatórios

Sabemos que a emissão de relatórios é um processo com peso importante na gestão financeira de um negócio. Com isso, é possível identificar prioridades, elencar gastos, economizar dinheiro e reinvestir.

A plataforma da Efí conta com a emissão de relatórios sem cobrança adicional. Todos os dias, a partir das 18h, são enviados relatórios por e-mail com a relação de boletos pagos e inadimplentes. Você também pode acompanhar tudo em uma dashboard simples e visual que facilitar a sua rotina financeira.

+ Como gerar relatórios das cobranças?

Redução de custos

Você já deve ter percebido que os dois itens anteriores são vantagens que impactam positivamente na redução de custos, não é? Mas não para por aí!

A Efí só cobra tarifas pelos recebimentos, ou seja, se o cliente final não fizer o pagamento do boleto ou do link de pagamento, por exemplo, não haverá cobrança.

O mesmo não acontece nos bancos. Dessa forma, mesmo com o fim do boleto sem registro, você continua pagando apenas uma tarifa. 

A redução de custos também é potencializada uma vez que não há cobrança de adesão, anuidade ou mensalidade.

Integração com suas operações

Por fim, a Efí possui módulos e plugins para integração com sistemas de gestão de diferentes negócios, como provedores, contabilidades, escolas, entre outros.

Essa é uma facilidade que possibilita a cobrança e emissão de boletos, por exemplo, diretamente o site do cliente.

Além disso, temos APIs disponíveis nas principais linguagens de programação para integrar e automatizar o envio de boletos, carnês, Pix e muito mais.

As APIs contam com o recurso callback, sistema de retorno automático que dá um aviso assim que as operações são concretizadas. Essa é uma importante ferramenta para automatizar a comunicação com o sistema de gestão com a conta.

Como emitir boletos registrados pagando menos?

Vai aí a dica: conte com a Efí, sua Conta Digital completa com ecossistema de pagamentos integrado. ?

Emitindo com a Efí, sua empresa emite boletos registrados automaticamente. Você só será tarifado quando o pagamento por confirmado, o que representa maior liquidez e lucratividade.

Lembre-se: ter uma empresa especialista em recebimentos para emitir, administrar e receber dos seus clientes com segurança é fundamental. Ainda pode contar com dezenas de recursos e ferramentas para reduzir a inadimplência e simplificar a rotina financeira do seu negócio.

+ VEJA TAMBÉM: Case de sucesso | Como a Superar Centro Profissionalizante reduziu, em 6 meses, 30% da taxa de inadimplência

Agora, se você é pessoa física e quer usufruir das vantagens do boleto registrado, saiba que essa não é uma exclusividade de empresas, tá? Autônomos e profissionais que recebem pagamentos avulsos também podem ter suas transações facilitadas com o boleto.

E claro: se ficar alguma dúvida sobre o processo, conte com o nosso time de atentimento! Até a próxima!

Quero emitir boletos agora mesmo

Escrito por

Sabrina Carvalho

Sabrina Carvalho é graduada em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Possui experiência em assessoria de imprensa e comunicação organizacional. É redatora na área de Comunicação da Gerencianet, onde desempenha atividades de produção de textos, assessoria de imprensa e gestão de mídias sociais.

Compartilhe nas redes:

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.