Finanças e Gestão

Como aumentar a produtividade em meio à crise

Criado em 12 de ago. de 2015

(Atualizado em 31 de ago. de 2015)

As notícias sobre economia não estão muito animadoras: aumento da taxa de juros, queda de 0,2% da economia brasileira no primeiro trimestre e previsão de que a retratação em 2015 seja a maior em 25 anos. Mas mesmo neste cenário desfavorável, é possível colocar algumas práticas em ação e driblar os efeitos da redução da economia.

Pensando em ajudar você, a equipe Gerencianet preparou algumas dicas para você passar por este momento difícil e ainda aumentar a produtividade:

Enfrentando a crise

O primeiro passo é aceitar o momento que a economia está vivendo e enfrentar a crise sem ignorar sua existência, afinal, todo tempo difícil é um aprendizado. Em segundo lugar, é importante incluir cenários negativos em seus planejamentos estratégicos. O famoso “plano b” deve existir sim e, se possível, até um plano c!

Revisando o planejamento

O bom planejamento financeiro de uma empresa é a base que garante seu funcionamento no decorrer do ano. Por isso, em cenários negativos da economia, o mais indicado é começar a gestão da crise com uma revisão desse planejamento. Todas as despesas desnecessárias devem ser cortadas e, caso haja algum projeto que não demande uma implantação urgente, não hesite em congelá-lo. A reserva de dinheiro manterá a empresa operando até que o mercado se estabilize novamente.

Investindo em promoções

Fazer o estoque girar é uma das estratégias mais adotadas pelas empresas nos dias de hoje. Elas alcançam um maior número de vendas por meio de liquidações que movimentam os produtos que estão parados em estoque por muito tempo, seja pela redução do preço, oferta de “brindes” para compras acima de determinado valor, oferecimento de frete grátis, em caso de lojas virtuais, ou outras ações. O importante é não acumular produtos, mesmo que o lucro caia um pouco.

Setor de Cobranças

O setor de cobranças da empresa tem uma função extremamente importante em tempos de crise. A inadimplência prejudica ainda mais a produtividade do estabelecimento. Existem diversas maneiras de evitar a falta do pagamento por parte do consumidor. Acompanhar de perto quem está em dia e quem não está é um ótimo passo para realizar a cobrança. Na Gerencianet, por exemplo, você visualiza as confirmações de pagamento e pode enviar mensagens de lembrete por e-mail e SMS para seu cliente.

Outra opção para fugir do prejuízo é renegociar as dívidas e oferecer descontos nos pagamentos à vista.

 

Fidelizando o cliente

A máxima de que manter um cliente é mais barato do que conquistar um novo é pura verdade. Por isso, outra dica importante é investir em ações que fazem com que o cliente volte a comprar com você. Um bom atendimento, cumprimento dos prazos e disponibilidade são essenciais para que o consumidor sinta confiança em você e finalize novas compras. Além disso é viável criar clubes de fidelidade com benefícios, descontos e promoções que chamem a atenção e façam com que o cliente retorne.

E, você, tem outras dicas? Compartilhe com a gente!

Compartilhe nas redes:

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.