Pix Automático

Como vai funcionar o Pix Automático + 7 exemplos de negócios que poderão usá-lo

Criado em 21 de mar. de 2024

(Atualizado em 4 de abr. de 2024)

Se o seu negócio trabalha com o modelo de assinaturas, planos ou mensalidades, você vai gostar da novidade que o Banco Central planeja lançar em outubro de 2024. 

O Pix Automático está sendo desenvolvido especialmente para empresas como a sua, que lidam com pagamentos recorrentes. Ele promete ser uma versão mais acessível, econômica e moderna do débito automático.

Quer entender como vai funcionar o Pix Automático e saber se o seu negócio poderá usá-lo para receber pagamentos? Continue a leitura! 😉

O que é Pix Automático?

Se você já conhece o débito automático, entender o Pix Automático é fácil. Ele vai funcionar de forma muito parecida, simplificando o pagamento automático de contas recorrentes — só que pelo Pix. 

O Pix Automático será mais acessível a pequenas empresas que, muitas vezes, enfrentam dificuldades em estabelecer convênios com diversas instituições financeiras para oferecer o débito automático aos clientes. 

Para receber por Pix Automático, os interessados só vão precisar ter conta em uma instituição que opere com esse meio de pagamento. Simples assim! 🤩

Como vai funcionar o Pix Automático?

A ideia é que o Pix Automático funcione de maneira bem simples! 

Ao programar o pagamento do seu Netflix ou Spotify via Pix Automático, por exemplo, a mensalidade será automaticamente debitada via Pix na data combinada. 

Você, enquanto usuário pagador, também poderá estabelecer um limite de valor para a parcela a ser debitada e encerrar o contrato quando quiser, sem multas ou taxas. 

Agora, se você quiser oferecer esse meio de pagamento na sua empresa, poderá gerar o Pix Automático pelo app do seu banco (caso ele ofereça) ou usar uma API Pix para automatizar essa emissão. 

Sua empresa poderá disponibilizar quatro diferentes jornadas de contratação do Pix Automático ao cliente. 

“Como a solução vai atingir múltiplos tipos de empresas, as necessidades também são múltiplas. Para que a gente ofereça um bom produto para todas essas empresas, precisamos de muita flexibilidade, principalmente na jornada de contratação. Se a gente faz um produto enrijecido, eventualmente vamos eliminar do jogo empresas que precisam de algo diferente que aquele produto não entrega. Então, a gente está criando múltiplas jornadas”, comenta Carlos Brandt, gerente de Gestão e Operação do Pix no Banco Central, em entrevista dada à Catarino Brasileiro.

Quero participar do lançamento


Veja, em detalhes, como vai funcionar o Pix Automático em cada jornada! 

Jornada 1

Essa jornada foi pensada para negociações iniciadas fora do ambiente do Pix – pelo WhatsApp, por exemplo.

  1. O cliente fornece os dados necessários para contratar o serviço via Pix Automático.
  2. Com as informações em mãos, sua empresa envia a proposta de Pix Automático.
  3. O cliente recebe uma notificação no app do banco para autorizar o Pix Automático.
  4. Uma vez ativado, os pagamentos são feitos automaticamente nas datas combinadas.

Jornada 2

Essa jornada foi pensada para empresas que não precisam receber o pagamento imediatamente, mas que desejam cobrar de forma automática e periódica a partir do mês seguinte.

  1. O cliente escolhe o Pix Automático como método de pagamento.
  2. Sua empresa gera um QR Code ou código Pix Copia e Cola.
  3. O cliente escaneia o QR Code (ou usa o Pix Copia e Cola) para autorizar o Pix Automático.
  4. Uma vez ativado, os pagamentos são feitos automaticamente nas datas combinadas.

Jornada 3

Essa jornada foi pensada para quando o cliente deseja começar a usar o serviço imediatamente e a empresa precisa receber o primeiro pagamento à vista. 

  1. O cliente escolhe o Pix Automático como método de pagamento.
  2. Sua empresa gera um QR Code ou código Pix Copia e Cola.
  3. O cliente escaneia o QR Code (ou usa o Pix Copia e Cola) para autorizar o Pix Automático.
  4. O primeiro pagamento é feito na hora e os demais na data e frequência combinadas.

Jornada 4

Essa jornada foi pensada para quando uma empresa já envia faturas mensais com QR Code para seus clientes e quer oferecer a proposta de ativação do Pix Automático, simplificando os pagamentos futuros.

  1. Sua empresa envia a fatura do mês vinculada à proposta de contratação do Pix Automático.
  2. O cliente paga a conta do mês via QR Code e recebe a oferta de Pix Automático.
  3. O cliente escolhe o Pix Automático como seu novo método de pagamento.
  4. Uma vez ativado, os pagamentos são feitos automaticamente nas datas combinadas.

Interessante, não é? O Banco Central espera que o Pix Automático seja bastante utilizado pelas empresas e pelos consumidores, pois vai reduzir os custos de cobrança, facilitar o controle financeiro e diminuir a inadimplência.

Leia também: Pix Agendado, Pix Programado e Pix Automático (ou Recorrente) – para que serve cada um?

Tipos de negócio que vão poder usar o Pix Automático

Agora que você já entendeu como vai funcionar o Pix Automático, vamos descobrir com quais tipos de negócio ele combina? 

Na verdade, o Pix Automático é adaptável a uma variedade de empreendimentos que operam com modelos de assinaturas, planos ou mensalidades.

Veja alguns exemplos!

Clubes de assinatura 

Empresas que oferecem serviços de assinatura, como clube de livros ou de vinhos, podem usar o Pix Automático para debitar automaticamente as mensalidades dos membros.

Serviços de streaming

Empresas de streaming, como Netflix e Spotify, podem oferecer a opção de pagamento automático via Pix para assinantes, garantindo a renovação automática dos serviços todos os meses.

Escolas, faculdades e cursos

Instituições de ensino e cursos também podem usar o Pix Automático para simplificar o pagamento de mensalidades e taxas escolares, proporcionando conveniência aos alunos e responsáveis.

Condomínios

O Pix Automático também pode ser usado para automatizar o pagamento recorrente das taxas condominiais, proporcionando mais praticidade aos moradores.

Provedores de internet

Provedores de internet também podem usar o Pix Automático para facilitar o recebimento dos valores e evitar a inadimplência ou o cancelamento dos serviços.

Empresas de energia, água e gás

Os consumidores podem usar o Pix Automático para pagar as contas de consumo, como luz, água e gás, sem precisar se preocupar com boletos, vencimentos ou multas. 

Entidades beneficentes

As entidades beneficentes ou sociais também podem usar o Pix Automático para receber doações de forma recorrente. Os doadores podem programar as transferências com a frequência e o valor que desejarem, sem precisar acessar o aplicativo a cada vez.

O Pix automático terá custos envolvidos?

Bom, para pessoa física pagadora, como de costume, o Pix Automático não será cobrado.

Já para empresas, é possível que seja cobrada uma tarifa ao receber o pagamento, podendo ser um valor fixo por transação ou um percentual do total recebido. Isso deve variar de banco para banco!

Gostou desse conteúdo? Aproveite para ler outros artigos sobre o tema!

📌 Pix Automático: desvende o novo meio de pagamento
📌 Pix recorrente: como essa nova modalidade vai te ajudar a reter mais clientes?

Compartilhe nas redes:

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.